DICAS PARA INICIAR UM NEGÓCIO ENQUANTO TRABALHA EM PERÍODO INTEGRAL



DICAS PARA INICIAR UM NEGÓCIO ENQUANTO TRABALHA EM PERÍODO INTEGRAL

DICAS PARA INICIAR UM NEGÓCIO ENQUANTO TRABALHA EM PERÍODO INTEGRAL
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

É tentador investir 100% do seu tempo e esforço nos planos para lançar um novo negócio desde o primeiro dia. Mas entrar com os dois pés é muito mais arriscado do que trabalhar o negócio lado a lado ao que você se agarra à renda e à segurança do seu trabalho diário.

Aqui estão cinco dicas de empresários que começaram com sucesso um negócio, enquanto trabalhavam em tempo integral.

1. Apenas comece

O medo de fracassar e ficar sobrecarregado são dois obstáculos comuns quando se inicia um negócio. A chave é fazer algo pequeno todos os dias e construir sobre ele, diz Diane Melville, fundadora do Skin Care Ox, um blog sobre cuidados com a pele.

"Mesmo que você esteja apenas descobrindo qual será o nome do seu domínio, se isso é tudo que você tem hoje, algum progresso é infinitamente melhor do que nenhum progresso", diz ela, que trabalhou anteriormente como consultora de marketing especializado em produção de conteúdo digital. 

Ela também aconselha empresários iniciantes a encontrar maneiras de evitar o desgaste, se divertindo durante o estágio de planejamento, já que você provavelmente estará trabalhando à noite e aos finais de semana para fazer seu negócio funcionar.

"Eu apenas tentei mudar minha mentalidade para torná-lo divertido", diz. "Eu dizia a mim mesma: 'Este é o meu bebê e eu vou criá-lo'. Eventualmente, você fica animado e mal pode esperar para voltar a trabalhar nele."

2. Desenvolver conhecimentos e testar o mercado

DICAS PARA INICIAR UM NEGÓCIO ENQUANTO TRABALHA EM PERÍODO INTEGRAL

Conforme você avança, construa conhecimento e habilidades e desenvolva relacionamentos, diz Wilma Nachsin, co-fundadora da Life Working, LLC, um negócio de currículos e coaching de carreira.

Wilma, ex-diretora de recursos humanos, e Arlene Wanetick, ex-colega de trabalho e atual parceira de negócios, aprenderam a escrever currículos, treinaram como coaches de vida e inscreveram clientes antes de lançarem o negócio em tempo integral, para praticar suas habilidades e obter feedback.

As duas também buscaram ajuda para configurar sistemas principais, como software para gerenciar relacionamentos com clientes e faturamento. Elas continuaram a trabalhar em seus empregos por 2 anos e meio antes de desistir de tudo para se concentrar em seus negócios.

“Lenta mas seguramente, enchemos nossa caixa de ferramentas com o que pensávamos que precisávamos para construir um negócio de sucesso”, diz Wilma.

3. Evite conflitos em seu trabalho

Se a empresa onde trabalha estiver em um campo não relacionado ao seu novo negócio, talvez você não precise falar com seu chefe antes de iniciar. Se você achar que pode haver um conflito, consulte o departamento de recursos humanos para verificar se você assinou um contrato de sigilo ou não concorrência, o que impede que você trabalhe para um concorrente ou contra a empresa.

O manual do funcionário onde Wilma e Arlene trabalharam acabaram impedindo que dois funcionários entrassem no negócio. Mas o diretor do escritório concordou em assinar uma carta dando-lhes permissão para iniciar.

"Prometemos a mais alta ética para manter nossos negócios separados dos nossos empregos diários", diz Wilma.

"Se você precisar falar sobre seu novo negócio, restrinja essas conversas aos momentos apropriados, como durante os intervalos para almoço ou fora do horário de trabalho", diz Pam Farley, fundadora do Brown Thumb Mama, um blog de casa e jardim.

"Eu não queria que [os colegas] comparecessem a uma reunião do projeto e pensassem: 'Ah, ela vai sair na tangente'”, diz Pam, que começou seu blog enquanto trabalhava como escritora de marketing para uma empresa de saúde e companhia de seguros.

Seu chefe ou colegas de trabalho também podem compartilhar conhecimentos que ajudarão seu negócio a crescer - ou até se tornar seus primeiros clientes, como foi o caso de Pam.

4. Defina alvos realistas

Metas alcançáveis ajudarão você a se manter motivado e encorajado, diz Linda Pophal, fundadora da Strategic Communications, LLC, uma empresa de consultoria de marketing e marketing de conteúdo.

"Eu viso 10% a 20% mais negócios a cada ano do que 100% ou 200%”, diz ela, que estabelece metas anuais de vendas e as divide em metas mensais e semanais.

Certifique-se de ficar de olho na lucratividade incluindo despesas em seus alvos também. Por exemplo, Linda trabalha com freelancers e empreiteiros em determinados projetos e agora rastreia custos versus receita para cada projeto, com o objetivo de manter pelo menos 25% da receita em lucros.

5. Saiba o momento certo para deixar seu trabalho

Se você está gerando receita suficiente com seu negócio para cobrir suas despesas e se sente insatisfeito com seu trabalho, talvez seja hora de avisar que está indo embora.

"Para mim, foi uma combinação de ter vontade de seguir sozinha e também de não me sentir realmente desafiada”, diz Linda.

Quando estiver pronto para dar o salto, analise fatores como se você tem outras fontes de receita, economias de emergência e cobertura de seguro de saúde.

Fonte: USA Today

 

 

DICAS PARA INICIAR UM NEGÓCIO ENQUANTO TRABALHA EM PERÍODO INTEGRAL