FABRICANTE DA CERVEJA CORONA INVESTE US$ 4 BILHÕES EM PRODUTOR DE CANNABIS MEDICINAL



FABRICANTE DA CERVEJA CORONA INVESTE US$ 4 BILHÕES EM PRODUTOR DE CANNABIS MEDICINAL

FABRICANTE DA CERVEJA CORONA INVESTE US$ 4 BILHÕES EM PRODUTOR DE CANNABIS MEDICINAL
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O grupo que fabrica a cerveja Corona, Constellation Brands, anunciou ontem um investimento de US$ 4 bilhões na empresa canadense Canopy Growth, especializada em maconha, apostando no potencial mercado de bebidas que incluam a cannabis.

Após adquirir, em outubro, uma participação de 9,9%, este novo investimento dará à Constellation Brands ao redor de 38% das ações da Canopy Growth.

"Através deste investimento, estamos elegendo a Canopy Growth como o nosso parceiro global exclusivo para a maconha", explicou em comunicado o executivo-chefe da empresa americana, Rob Sands.

A Constellation Brands fica em Nova York e é um dos gigantes do mercado da cerveja nos Estados Unidos, dona de marcas como Corona, Modelo e Pacífico, embora também comercialize outros tipos de bebidas alcoólicas, como vinho, vodca e tequila.

A Canopy Growth, por enquanto, não venderá nos Estados Unidos; não pensam em comercializar produtos de cannabis enquanto estes não forem permitidos por "todos os níveis de Governo".

Desde o começo deste ano, a Califórnia deu sinal verde ao comércio de maconha com fins recreativos e várias empresas se lançaram à conquista de um mercado que promete grandes lucros. As projeções apontam que só nesse estado, que tem uma população de quase 40 milhões de habitantes e uma das economias mais poderosas do mundo, o negócio de cannabis pode faturar pelo menos cerca de US$ 7 bilhões ao ano.

As vendas legais de maconha nos Estados Unidos e no Canadá alcançaram em 2016 mais de US$ 11,7 bilhões e espera-se que cheguem aos US$ 23 bilhões nos próximos cinco anos, segundo a consultora ArcView.

O Canadá, onde a maconha é permitida para fins medicinais, deve se tornar em outubro o terceiro país do mundo a legalizar totalmente o produto, depois do Uruguai e da Geórgia.

A Canopy Growth é atualmente o maior produtor canadense de cannabis medicinal e tem previsto aumentar seus negócios para outros usos assim que a lei permitir.

O principal diretor da empresa, Bruce Linton, considerou que a experiência da Constellation Brands na construção de marcas, marketing e hábitos de consumo será fundamental na expansão dos produtos de cannabis da companhia. Muitos analistas destacam o potencial das bebidas com cannabis, um mercado ainda limitado, mas onde têm grandes produtores de olho.

A californiana Lagunitas (uma das pioneiras da cerveja artesanal e propriedade agora da Heineken) já lançou em julho uma água com gás com sabor de lúpulo e com tetrahidrocannabinol (THC), o agente psicoativo da maconha. Após o anúncio de ontem, as ações de Canopy Growth dispararam mais de 20%, enquanto que as da Constellation Brands caíam cerca de 9%.