MACONHA APARECE ENTRE OS SETORES MAIS PROMISSORES EM ISRAEL EM 2019



MACONHA APARECE ENTRE OS SETORES MAIS PROMISSORES EM ISRAEL EM 2019

MACONHA APARECE ENTRE OS SETORES MAIS PROMISSORES EM ISRAEL EM 2019
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Produção de maconha (Cannabis) para fins medicinais, inteligência artificial (I.A.) e blockchain foram os três setores listados como os mais promissores em Israel em 2019 por Haggai Ravid, CEO da Cukierman & Co., uma das maiores empresas de investimento do país. "As principais diferenças entre 2018 e 2019 estarão nos setores de interesse dos investidores", disse Ravid no início de janeiro ao site Israel21c. "Acreditamos que alguns setores perderão destaque e outros ganharão evidência", afirmou o executivo. Na opinião dele, a produção de Cannabis pode conquistar em 2019 a atenção que no ano passado se voltou para temas como criptomoedas.

O parlamento israelense, o Knesset, aprovou em 26 de dezembro, por unanimidade, a exportação de Cannabis. A lei ainda precisa ser aprovada pelo Poder Executivo. De acordo com o texto atual da lei, as companhias produtoras precisarão de licenças do Ministério da Saúde e da polícia. Caberá ao Ministério do Interior e à polícia fiscalizar as atividades e garantir que não haja vazamento de produção para o mercado ilegal. O governo estima que poderá arrecadar US$ 265 milhões por ano com o setor, que inclui serviços e tecnologias para plantio, colheita e processamento.

Há oito companhias produtoras de Cannabis registradas em Israel e muitas outras à espera de licenciamento. A iCann, empresa de investimentos e eventos dedicada ao setor, calcula que o mercado global de maconha para fins medicinais chegará a US$ 33 bilhões até 2023. Estima também que a exportação israelense poderá começar no meio de 2019 e logo atingir US$ 1 bilhão por ano.

Fonte: Época Negócios