PRODUTOS FABRICADOS A BASE DE CBD ESTÃO CRESCENDO



PRODUTOS FABRICADOS A BASE DE CBD ESTÃO CRESCENDO

PRODUTOS FABRICADOS A BASE DE CBD ESTÃO CRESCENDO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Cannabidiol, ou CBD, é um componente não psicoativo da cannabis. A substância não lhe dará "brisa": o THC é o componente da cannabis responsável por isso. Os produtos feitos com o extrato de CBD estão se tornando cada vez mais populares, mas por conta de pesquisas limitadas, ainda não está claro o que a maioria deles faz. Apenas dois medicamentos contendo CBD foram estudados extensivamente e nenhum deles ainda recebeu aprovação nos EUA.

No Golden State, pode-se comprar CBD em loções, bálsamos para lábios, pastilhas e óleose até para o seu cachorro. O óleo da CBD é legal em 43 estados, enquanto a cannabis medicinal é legal em apenas 28. As empresas que vendem produtos com o ingrediente anunciam que ele acalma seus nervos (e de seu cachorro) e alivia suas dores.

Devido ao quadro legal pouco claro que envolve o ingrediente, é importante ter cuidado ao comprar. Muitos produtos que afirmam ser feitos com CBD podem não contê-lo ou podem ter quantidades ou concentração diferentes das que são anunciadas. E muitos dos benefícios anunciados podem ser exagerados ou simplesmente falsos.

A cannabis é constituída por quase 400 compostos

A cannabis (um termo que muitos pesquisadores preferem usar sobre a maconha porque se refere ao nome real da planta) é formada por cerca de 400 compostos diferentes. Tetrahidrocannabinol (THC) e cannabidiol (CBD) são apenas dois deles.
"A cannabis contém muitos constituintes. Não é apenas THC. E se estes têm propriedades medicinais que podem ser usadas, a resposta muito provável é que eles devem ser estudados", Jeffrey Lieberman, diretor do Instituto de Psiquiatria do Estado de Nova York e presidente do departamento de psiquiatria da Universidade de Columbia.

PRODUTOS FABRICADOS A BASE DE CBD, UM COMPONENTE DA MACONHA ESTÃO CRESCENDO EM POPULARIDADE

Cannabidiol (ou CBD) não desemprenha o papel da famosa "brisa". Pelo contrário, é responsável por muitos dos efeitos terapêuticos da maconha, desde o alívio da dor até um tratamento potencial para algumas raras formas de epilepsia infantil. Ainda assim, a quantidade e a dose adequada de CBD, responsável por esses efeitos, precisam de mais pesquisas.

A empresa britânica de medicamentos GW Pharmaceuticals está liderando o mercado com dois medicamentos contendo CBD - Sativex e Epidiolex. O primeiro é um spray nasal que o governo britânico aprovou no ano passado para dor severa; o segundo é um xarope que ainda está sendo estudado nos EUA por seu potencial para tratar duas das formas mais difíceis de epilepsia infantil.

Um estudo preliminar de 2005 envolvendo 58 pacientes com artrite reumatóide encontrou "melhorias estatisticamente significativas na dor do movimento, dor em repouso e qualidade do sono" nos pacientes que utilizaram a dose do medicamento Sativex contendo CBD.

Dois grandes ensaios clínicos divulgados no ano passado do Epidiolex sugeriram que ao remédio ajudou a reduzir convulsões.

Embora possa parecer um longo caminho para a aprovação de um medicamento que não possui propriedades psicoativas, é importante ter em mente que a FDA já deu a luz verde a outras duas drogas que contêm componentes da cannabis. Marinol e Syndros, dois medicamentos que são projetados para tratar a anorexia, usam dronabinol, uma forma sintética de THC.

Fonte: www.businessinsider.com/what-is-cbd-in-marijuana-2018-2?utm_source=feedly&utm_medium=webfeeds