Sustentabilidade passou de hábito de consumo à necessidade e as marcas optam a cada dia mais por alternativas de produção que reduzam os danos ao meio ambiente.

Em pesquisa realizada em 2018 pela WGSN – líder mundial em previsão de tendências a preocupação com o
meio ambiente foi considerada uns dos itens mais importantes para decisão de consumo do brasileiro.

Uma forte tendência apresentada por eles, foi o que nomearam de “um mundo pós-plástico” com alternativas de embalagens sem a utilização do material e/ou com o reaproveitamento do já existente. Na indústria da
Cannabis para a produção sustentável temos o cânhamo, nome dado a fibra da planta e que pode ser usado com diversidade, indo do têxtil ao combustível.

 

Imagens de divulgação: da esquerda para a direita – Adidas Primeknit  e Chuck Taylor All Star

 

ADIDAS E CONVERSE NA DIREÇÃO DA SUSTENTABILIDADE

 

Em julho de 2015, a marca esportiva Adidas lançou um protótipo de tênis feito com plásticos retirados do oceano em parceria com a ONG Parley for the Ocean. Esse material plástico foi coletado em uma expedição de 110 dias ao longo da costa oeste da África.

Ao protótipo deram o nome de Primeknit, tênis produzido inteiramente com materiais recicláveis como fibras, fios e filamentos e por ser tricotado não gera resíduos como outros modelos de tênis.

Em julho de 2019 outra marca famosa de calçados, a Converse All Star lançou a coleção de sneakers nomeada de Converse Renew, com o uso de garrafas pet e usa garrafas pet coletadas pela First Mile em países em desenvolvimento.

 

 

CÂNHAMO COMO MATÉRIA-PRIMA SUSTENTÁVEL

 

Seguindo a mesma linha, a marca DopeKicks produziu em 2019 o primeiro tênis com material ecológico, com processo de fabricação eco-friendly e fibras de cânhamo, nome dado a fibra extraída da Cannabis ruderalis.

Todo o processo de colheita envolve separar as fibras da maconha da casca, antes de deixá-las descansando no campo de quatro a seis semanas. Após a separação, são limpas para remover todas as impurezas. As fibras cruas são então processadas para virarem fibra têxtil.

A sustentabilidade do processo está em, além do produto ser mais resistente e durável, sua fabricação em fibra de maconha consome três vezes menos água do que a produção de algodão, e causa impacto mínimo no solo. O tênis também é à prova d’água por possuir uma camada de revestimento especial, que facilita a limpeza, protege de manchas, líquidos e partículas de poeira.

 

FONTE:

https://casa.abril.com.br/sustentabilidade/tenis-vegano-eco-friendly-a-prova-dagua-e-feito-de-maconha/

https://www.mundodomarketing.com.br/ultimas-noticias/38084/9-tendencias-de-consumo-entre-brasileiros.html

https://razoesparaacreditar.com/adidas-lanca-tenis-feito-apenas-com-lixo-retirado-do-oceano/

https://www.lilianpacce.com.br/moda/o-converse-all-star-chuck-taylor-agora-e-eco-friendly-bom-demais-ne/