Com muita alegria, anunciamos mais uma edição da Chamada de Startups, desta vez, em parceria com a Merck, para encontrar, através da inovação e da criatividade, soluções para o mercado da cannabis na América Latina. Esse projeto, além de incentivar o nascimento de negócios que podem revolucionar o setor brasileiro da cannabis, também busca novas ideias e personagens para compartilhar conosco uma caminhada para os benefícios que a planta pode proporcionar a nossa sociedade. Tem muito chão pela frente, e nós queremos estar ao lado de pessoas incríveis!

Marcelo Grecco, co-fundador da The Green Hub, escreveu um artigo muito interessante sobre a chamada de startups, leia abaixo:

O conteúdo de hoje é para quem desenvolve soluções criativas e inovadoras. Empreendedores e profissionais da ciência, saúde, tecnologia e outras áreas têm uma grande oportunidade com a chamada para start-ups da The Green Hub, consultoria e aceleradora de start-ups com foco específico no mercado de cannabis. As inscrições podem ser feitas até 13 de novembro, por meio do site: www.thegreenhub.com.br.

Como diretor de Desenvolvimento de Negócios da The Green Hub e ativista entusiasmado na luta por um melhor ambiente de negócios em nosso País para esse mercado, tenho convicção de que estamos no momento certo para fazer decolar novas ideias que desafiem o futuro cenário dos negócios legais de cannabis. O mundo, incluindo alguns de nossos vizinhos, está abraçando o uso medicinal da cannabis. O Brasil também tem imenso potencial para construir um ótimo ecossistema em torno da cadeia produtiva, apesar da necessidade de avançar em pontos importantes para tornar o cenário mais favorável.

A The Green Hub realizou a primeira chamada no início do ano e, agora, vamos com intensidade ainda maior. Com exceção do uso recreativo da cannabis, a chamada está aberta a projetos de todas as áreas, incluindo ciência, genética, extração, controle de qualidade, educação e digital health, além de comunicação e colaboração, distribuição, logística, equipamentos, produtos, dispositivos e, até mesmo, cultivo da planta.

Os empreendimentos participantes da chamada serão avaliados por profissionais especializados do mercado, considerando aspectos como equipe, criatividade, ineditismo e escalabilidade, entre outros. De quebra, os melhores projetos poderão participar do Demo Day – apresentação de start-ups e projetos inovadores com foco em cannabis para grupo formado por investidores, apoiadores e convidados. O Demo Day está previsto para dezembro, juntamente à segunda edição do Cannabis Thinking. A programação de ambos os eventos acontecerá no ambiente digital e, certamente, teremos um grande momento para compartilhamento de conhecimentos, além de troca de ideias e experiências com especialistas de diversas áreas do mercado legal de cannabis.

As start-ups selecionadas para aceleração contarão com laboratórios para pesquisas e desenvolvimento de produtos, bem como apoio científico, por meio de nossos parceiros. Além disso, poderão ter toda a assistência na captação de investimentos, além do capital intelectual de nosso time, trabalhando em conjunto nos projetos de pesquisa e desenvolvimento.

Para aqueles que se animaram, mas precisam de um pouco de inspiração, recomendo minha coluna anterior, onde apontei oito grandes ideias ligadas à cannabis, que já geram ótimos negócios no mercado de saúde e bem-estar.

O convite para a chamada está feito e, quem sabe, possamos ter a oportunidade de trabalhar juntos em 2021.

Marcelo Grecco