O mercado de cannabis nos EUA está em constante crescimento, segundo o recente relatório Cannabis – Pesquisa, Inovação e Tendências de Mercado, que traça um amplo panorama do mercado de cannabis e avalia tendências, tanto no âmbito científico, quanto no de negócios.

A publicação tem como base um levantamento realizado pela Clarivate Analytics e Derwent, que a The Green Hub, adaptou ao mercado brasileiro.

O conteúdo traz informações macro, que apontam, por exemplo, que o mercado global de cannabis legal, está estimado em US$ 55,3 bilhões em 2024, e também diagnósticos segmentados, os quais permitem uma compreensão mais regionalizada da situação da cannabis, além da análise de empresas que estão dominando este mercado.

Junto com o Canadá, os Estados Unidos são responsáveis pela maior fatia do bolo projetado para o mercado global de cannabis em 2024: US$ 35,17 bilhões – sendo US$ 27,08 bilhões deverão ser oriundo do mercado de uso adulto.

Pesquisas de cannabis nos EUA é inovação

Desde de 2012, nos Estados Unidos, a cannabis assumiu um novo papel a onda de legalização começou a se espalhar por seus estados, o país entrou em uma curva ascendente de inovação ligada ao mercado de cannabis. O pico desse crescimento foi em 2018, quando pesquisadores americanos publicaram 1.494 patentes de tecnologias envolvendo cannabis. 

Atualmente, mais de 50% da atividade global de pesquisa sobre cannabis está sediada nos Estados Unidos e 27% das invenções partem de lá. Todo esse conhecimento gerado no país está focado em saúde, biotecnologia, agricultura e “outros usos”, o que inclui itens alimentícios, categoria bastante em alta por lá.

Tanto o alto volume de pesquisas, quanto a grande quantidade de patentes solicitadas, são reflexo da presença no país de empresas interessadas em explorar este mercado.

cannabis eua

Conheça as três maiores empresas de cannabis nos EUA

Algumas organizações estão na vanguarda do mercado de cannabis dos Estados Unidos, dedicadas à pesquisa e inovação. Neste texto vamos destacar as três principais empresas:

  • GW Pharmaceuticals

Organização britânica com sede nos EUA, que está por trás do produto medicinal de cannabis Epidiolex, medicamento para epilepsia de enorme sucesso em todo o mundo.

Em outubro de 2019, a empresa celebrou uma parceria com o Montefiore Medical Center de Nova York para estudar a eficácia do canabinoide canabidivarina (CBDV), homólogo do CBD, para o autismo.

Este ano, no mês de abril, foi anunciada a fusão entre a GW Pharmaceuticals e a irlandesa Jazz Pharmaceutical. A Jazz pagará mais de US$ 7,2 bilhões na transação e passará a ter controle da unidade de terapias derivadas da cannabis. Os conselhos das duas empresas aprovaram a fusão e o acordo deve ser finalizado ainda no segundo trimestre de 2021.

  • AXIM Biotechnologies

Em agosto de 2018, a empresa sediada na Califórnia assinou um contrato de distribuição e licença exclusiva com a Revive Therapeutics Ltd., para começar a vender o produto nutracêutico exclusivo contendo canabidiol produzido por eles, em todo o mercado de cannabis canadense, já na época em rápida expansão.

Este contrato também previa a responsabilidade da Revive em buscar aprovação regulatória  para a goma de mascar de liberação controlada da AXIM, que contém CBD derivado de óleo de cânhamo. Trata-se de uma tecnologia patenteada pela empresa e com a qual a organização vem desenvolvendo ainda outros estudos.

Em março de 2020, a AXIM concluiu adicionalmente a aquisição da empresa de pesquisa e desenvolvimento Sapphire Biotech, atuante em diagnóstico e tratamento de doenças oncológicas. 

  • Acreage Holdings:

Em novembro de 2018, a organização  canadense  Acreage Holdings celebrou um acordo para adquirir os ativos imobiliários da Blue Tire Holdings, LLC, com sede em Michigan, no EUA, a fim de levar produtos de cannabis a todo o estado.

A Blue Tire passou os últimos anos adquirindo imóveis e terrenos em Micchigan e com a parceria estabelecida, as duas empresas caminham para construir uma operação vertical de grande escala no estado, um dos maiores mercados de uso de cannabis per capita nos EUA. 

A Acreage Holdings adquiriu também, em janeiro de 2019, a Nature’s Way Nursery of Miami, Inc., com sede na Flórida e detentora de licença para operar uma instalação de cultivo e processamento, bem como até 30 dispensários de cannabis medicinal.

No mesmo ano, a  Acreage fechou uma fusão com a Form Factory, empresa com experiência em fabricar e distribuir produtos de cannabis de qualquer formato, operação que permitiu que se tornasse uma organização nacional de Cannabis.

Em outubro de 2020, a Acreage firmou uma parceria com a também canadense Canopy Growth. Juntas, as duas organizações desenvolveram um plano para comercializar o portfólio diversificado de bebidas da Canopy nos EUA.

A Acreage já atua com a marca The Botanist no varejo, com dispensários em estados como Nova York, Massachusetts, New Jersey e Flórida.

A potência do mercado de cannabis global

Essas são algumas empresas que estão investindo em pesquisa e criando produtos inovadores, lucrando e impulsionando o mercado de cannabis dos EUA.

Mas existem ainda muitas outras empresas fazendo bonito e aproveitando o potencial do mercado de cannabis não apenas nos Estados Unidos, mas no mundo todo.

Vamos falar mais sobre o mercado de cannabis global nos próximos textos, para conhecer o cenário das pesquisas e negócios, acesse nosso artigo: Novo relatório sobre Cannabis.