Mike Weaver é um produtor rural que trocou a criação de frangos no estado da Virgínia Ocidental, nos EUA, pela produção de cânhamo. A transição aconteceu em 2016, quando Weaver refletiu sobre o quão cruel podia ser a criação de frangos para consumo humano. Em um vídeo do projeto “Transfarmation”, da Mercy for Animals, um canal criado para diminuir as condições de sofrimento enfrentadas pelos animais, Mike conta que mantinha até 45 mil aves em um galpão, que agora é utilizado para o cultivo de cânhamo.

Por duas décadas, aproximadamente, ele criou frangos para a Pilgrim’s Pride, que pertence à rede brasileira JBS, segundo a Forbes. “Decidi converter a criação de frangos de corte para a criação de cânhamo industrial nesses galpões”, explica. A mudança também foi motivada pela vontade de investir em algo que pudesse beneficiar outras vidas.

Mike Weaver compartilha que tem um amigo que sofre de câncer e que, desde que começou a passar pela quimioterapia, tem dores terríveis nas articulações. “Nenhum dos medicamentos o ajudou, então ele começou a tomar CBD [canabidiol] e diz que se sente como um homem novo”.

Dentre as vantagens que o agricultor já notou em relação ao seu novo negócio, está a economia de água. Ele utiliza metade da água que era necessária para cuidar das aves para obter um lucro muito maior. Segundo suas contas, poderá alcançar a margem de 2 milhões de dólares por ano. Mike também se sente satisfeito pois irá empregar cinco vezes mais pessoas em seu galpão.